Pular para o conteúdo principal

Diário de San Francisco (X) - A área do Pier

Ontem não teve post para que não precisasse me estressar mais. Então, vamos para o post de hoje.
Para quem não sabe, dia 14/02 é o Dia de San Valentin, tido como santo casamenteiro em quase todos os países cristãos do mundo e, por isto, este dia é considerado como o "Dia dos Namorados". No Brasil, como todos sabem, é comemorado em 12/06 por ser véspera do dia de Santo Antônio. Creio que não preciso explicar mais.
Por ser Dia dos Namorados e, além disso, ser um sábado de feriadão (segunda é feriado aqui nos Estados Unidos), a cidade estava lotada de turistas. A fila do Cable Car, para se ter uma idéia, tinha mais de 200m, o que me fez adiar o passeio de bondinho. Restaurantes, ruas, lojas, tudo estava lotado por aqui hoje.
Mas, para não ficar em casa, resolvemos dar uma passeada lá pela área do Pier 39 e do Fisherman Wharf



O Pier 39

O Pier 39 é um dos destinos turísticos obrigatórios de San Francisco. É um complexo com 110 lojas de especialidades e 13 restaurantes situados à beira-mar. Lá se encontra o Hard Rock Cafe, o Bubba Gump (restaurante de frutos do mar, inspirado no filme Forrest Gump), o Aquarium of the Bay, Marina, lojas de souvenirs e várias outras coisas interessantes.
Além disso, tem uma bela vista da ilha de Alcatraz (a qual só tem ingressos para segunda-feira) e uma boa vista das 2 principais pontes de San Francisco: a Golden Gate (a mais famosa) e a Bay Bridge (a maior).
Além das atrações, ainda tem os leões-marinhos. Eles ficam concentrados em uma área perto do Pier. Durante o inverno, se vê poucos deles (mas consegui vê-los) mas durante o verão contam que o barulho gerado pelos gritos deles pode ser ouvido à distância.
Uma coisa interessante do Pier é que demoraram vários anos para que ele pudesse ser construído, pois ninguém queria alterar aquela área. Foram necessárias licenças de 16 órgãos diferentes para que tivessem autorização para construí-lo e, depois disto, muitos ainda disseram que seria impossível a sua construção. Já vi uma história parecida em uma cidade do Sul do Brasil, mas isto mostra que só com persistência conseguimos as coisas.



O Fisherman Wharf

Fisherman Wharf é uma região ao lado do Pier 39 onde se concentram várias lojas e restaurantes com frutos do mar. Ele é muito parecido com o de Monterey, só que com muito mais gente concentrada.
Passamos por ali apenas para almoçar, visto que não queríamos comprar nada. Vale o passeio porque é perto do Pier 39 e se acha algumas coisas interessantes. Achei uma loja de imã de geladeira bem barata, com uma atendente muito simpática que me mostrou uma foto do Nicholas Cage quando ele foi lá ano passado.



O S.S. Jeremiah O'Brien

Entre o Pier 39 e o Fisherman Wharf existe um museu da marinha americana onde há um submarino e um navio em exposição permanente, os quais participaram durante a Segunda Guerra Mundial.
O navio S.S. Jeremiah O'Brien é um navio da marinha-mercante, responsável pelo transporte de armas e suprimentos para os exércitos aliados durante a Segunda Guerra.
Vale o passeio para aprender um pouco da história e do funcionamento de um grande navio.
Um engenheiro-voluntário explicou que este é um dos únicos navios do mundo que permitem a visita à casa de máquinas, onde podemos visitar os motores de um grande navio (realmente é impressionante).
Para quem gosta de aprender um pouco de história e conhecer como funcionava um navio de guerra, vale a pena. Lembro que você pode realmente demorar pelo menos uma hora para conhecer todas as partes do navio.
Quanto ao submarino, possivelmente iremos visitá-lo amanhã.

Postagens mais visitadas deste blog

Sobre o Terra no FISL 9.0

Fui ao Fórum Internacional de Software Livre (FISL) entre os dias 17 e 19 deste mês como participante em algumas palestras e como funcionário do Terra para esclarecer algumas dúvidas no Stand que lá foi colocado.
Percebi que várias pessoas não entendiam o que o Terra estava fazendo lá visto que, na visão deles, o Terra não incentiva o uso do Software Livre nem tenta facilitar a vida dos usuários dos sistemas livres. Fato este percebido nitidamente no Terra TV, que ainda não suporta o sistema Linux.
Como muitos me perguntaram isto, e como vi alguns sites na Internet criticando, coloco abaixo as considerações sobre estes pontos:
Mais de 90% da infra-estrutura de back-end do Terra tem SL (software livre) como base.As equipes de tecnologia do Terra já apresentaram "bug-reports" e "patches" consistentes para melhorias dos sistemas Postfix, Wordpress, Squid, VFS, NFS, Kernel do Linux e módulos do Apache. Entretanto, foram feitas anonimamente, não citando o nome da empresa.U…

Por que apenas 140 caracteres no Twitter?

Li no Blue Bus um artigo de Julio Hungria que explica por quê as mensagens de texto são limitadas a 160 caracteres e por quê o Twitter usa 140.
Cultura inútil para que você possa colocar em uma conversa com amigos nerds em uma mesa de bar (sim, porque "os nerds também bebem").

Você já se perguntou por que as mensagens de SMS tem no máximo 160 caracteres (algumas até menos que isso) e por que o Twitter limita em 140?
O Los Angeles Times publicou uma matéria sobre o homem que determinou o limite de 160 caracteres e como foi que ele chegou a esse número.
Se você pensa que houve uma longa e profunda pesquisa envolvendo engenheiros, está errado. O responsável por estabelecer o máximo de 160 caracteres foi o alemãoFriedhelmHillebrand, que em meados dos anos 80 era chairman de um comitê de serviços de dados na Global System for Mobile Communications, um grupo que formava parâmetros para o mercado global de comunicação mobile.
Hillebrand sentou diante de uma máquina de escrever em sua ca…

Dez dicas para a festa de confraternização da empresa

Em época de festas de fim-de-ano, muitas empresas costumam fazer suas confraternizações.
Assim, seguem 10 dicas de como tratar estas festas de empresas:

1) Não vá

2) Resolveu encarar? Lembre-se: você tem todo o direito de enfiar os dois pés na jaca, beber até virar uma bailarina russa e vomitar aos litros. Mas, na frente do seu chefe e do dono da empresa, não pega bem.

3) Você não vai conquistar a estagiária ensopado de suor, pendurado no lustre e mostrando a bunda.

4) Com 'mé' de graça, a bebedeira não tem limite. Mas seu fígado tem.

5) Não tente se vingar do big boss nesse momento de confraternização - dando uma rasteira no sujeito enquanto ele dança enlouquecido na pista, por exemplo. Sempre há testemunhas.

6) O mesmo vale para quem se aproveita da ausência do cônjuge e resolve mudar de cardápio: isso nunca ficará apenas entre vocês dois, três, quatro...

7) Não é todo mundo que bebe. E são os sóbrios que contarão para a empresa inteira os micos que você pagou - principalmen…