Pular para o conteúdo principal

Diário de San Francisco (V) - Monterey

Oceano Pacífico

Uma das coisas que sempre tive vontade de conhecer foi o Oceano Pacífico. Alguns podem dizer que é frescura, mas é uma curiosidade de criança: ver o outro oceano que banha a América. Finalmente, pude conhecê-lo hoje. Nada de mais, mas achei uma coisa legal. A próxima etapa destes desafios marítimos será conhecer o outro lado do Atlântico.
Conheci na viagem de San Francisco à Monterey. Resolvemos fazer o caminho por fora da auto-estrada e pegamos a rodovia 1. Guardando as proporções, seria como ir a Tramandaí pela RS-030 (via Santo Antônio).
Estrada muito bonita, apesar de ser mais longa. Pena que o tempo estava nublado e não ajudou muito, mas mesmo assim creio que valeu a pena.

Monterey

Monterey é uma baía da Califórnia ao Sul de San Francisco. Uma típica cidade do interior, com um belo centro em volta da Cannery Row str. Fomos para lá para conhecer o Monterey Bay Aquarium. Um grande "museu" oceânico com vários aquários contendo todos os tipos de peixes imagináveis, marmotas, tubarões, arraias, pinguins, jellys (águas-vivas), entre outros. Se um dia tiverem a oportunidade, não percam. Tem atrações tanto para adultos como para as crianças (meus filhos iriam adorar) e com certeza vale cada minuto.
Foi em Monterey que, pela primeira vez, me senti um pouco mais perto de casa. Primeiramente, no restaurante, um americano nos perguntou se éramos gaúchos (reconheceu a camiseta e a jaqueta do Imortal Tricolor), pois ele tinha morado um tempo em Porto Alegre. Depois encontrei no Aquarium um casal de Caxias do Sul. Ou seja, são os Gaúchos dominando o Mundo.
Segue uma colagem de fotos do aquário e de Monterey:



Dirigindo com Chuva

O ruim na volta de Monterey foi a chuva. Pegamos uma chuva infernal e a estrada não ajudou. Confesso que muitas vezes tive de reduzir bastante a velocidade, em uma estradinha cheia de curvas (a que dá acesso de Sunnyville à 101). Difícil, mas chegamos todos bem.

Sobre o resto da semana

Bom, o fim-de-semana acabou e amanhã terei de trabalhar. Ou seja, de amanhã à sexta o roteiro possivelmente será: acordar, trabalhar, almoçar, jantar. O Rudá já me pediu e irei fazer alguns posts sobre a maneira de trabalho daqui. Caso tenha algo a mais sobre o meu dia (os almoços e as jantas), irei citar por aqui, OK?

P.S.: sobre pedidos e encomendas

Sem querer ser grosseiro, mas já sendo, apenas um aviso às vááááááárias pessoas que me pediram encomendas daqui dos Estados Unidos: as únicas pessoas para quem eu levarei alguma coisa serão as da minha família. Para qualquer outra pessoa peço desculpas, mas não vou ficar passando na alfândega para declarar compras acima da quota permitida pela Receita Federal brasileira, uma vez que já fechei minha quota de compras por aqui. Espero que compreendam

Postagens mais visitadas deste blog

Sobre o Terra no FISL 9.0

Fui ao Fórum Internacional de Software Livre (FISL) entre os dias 17 e 19 deste mês como participante em algumas palestras e como funcionário do Terra para esclarecer algumas dúvidas no Stand que lá foi colocado.
Percebi que várias pessoas não entendiam o que o Terra estava fazendo lá visto que, na visão deles, o Terra não incentiva o uso do Software Livre nem tenta facilitar a vida dos usuários dos sistemas livres. Fato este percebido nitidamente no Terra TV, que ainda não suporta o sistema Linux.
Como muitos me perguntaram isto, e como vi alguns sites na Internet criticando, coloco abaixo as considerações sobre estes pontos:
Mais de 90% da infra-estrutura de back-end do Terra tem SL (software livre) como base.As equipes de tecnologia do Terra já apresentaram "bug-reports" e "patches" consistentes para melhorias dos sistemas Postfix, Wordpress, Squid, VFS, NFS, Kernel do Linux e módulos do Apache. Entretanto, foram feitas anonimamente, não citando o nome da empresa.U…

Dez dicas para a festa de confraternização da empresa

Em época de festas de fim-de-ano, muitas empresas costumam fazer suas confraternizações.
Assim, seguem 10 dicas de como tratar estas festas de empresas:

1) Não vá

2) Resolveu encarar? Lembre-se: você tem todo o direito de enfiar os dois pés na jaca, beber até virar uma bailarina russa e vomitar aos litros. Mas, na frente do seu chefe e do dono da empresa, não pega bem.

3) Você não vai conquistar a estagiária ensopado de suor, pendurado no lustre e mostrando a bunda.

4) Com 'mé' de graça, a bebedeira não tem limite. Mas seu fígado tem.

5) Não tente se vingar do big boss nesse momento de confraternização - dando uma rasteira no sujeito enquanto ele dança enlouquecido na pista, por exemplo. Sempre há testemunhas.

6) O mesmo vale para quem se aproveita da ausência do cônjuge e resolve mudar de cardápio: isso nunca ficará apenas entre vocês dois, três, quatro...

7) Não é todo mundo que bebe. E são os sóbrios que contarão para a empresa inteira os micos que você pagou - principalmen…

Por que apenas 140 caracteres no Twitter?

Li no Blue Bus um artigo de Julio Hungria que explica por quê as mensagens de texto são limitadas a 160 caracteres e por quê o Twitter usa 140.
Cultura inútil para que você possa colocar em uma conversa com amigos nerds em uma mesa de bar (sim, porque "os nerds também bebem").

Você já se perguntou por que as mensagens de SMS tem no máximo 160 caracteres (algumas até menos que isso) e por que o Twitter limita em 140?
O Los Angeles Times publicou uma matéria sobre o homem que determinou o limite de 160 caracteres e como foi que ele chegou a esse número.
Se você pensa que houve uma longa e profunda pesquisa envolvendo engenheiros, está errado. O responsável por estabelecer o máximo de 160 caracteres foi o alemãoFriedhelmHillebrand, que em meados dos anos 80 era chairman de um comitê de serviços de dados na Global System for Mobile Communications, um grupo que formava parâmetros para o mercado global de comunicação mobile.
Hillebrand sentou diante de uma máquina de escrever em sua ca…