Pular para o conteúdo principal

Silicon Valley Daily - Google I/O - Primeiro dia

O post ficou MUITO longo, mas é porque o primeiro dia de evento foi muito bom!
Como coloquei no Twitter, o Google I/O é, de longe, o evento mais interessante do qual já participei. A quantidade de pessoas (aproximadamente 5 mil), os temas abordados, o local do evento e todas as atrações foram muito bem planejadas. Em relação a isto, o Google está anos a frente do Facebook e do Twitter (eventos que fui ano passado).
Digamos que valeu a pena ter ficado 1h tentando fazer a inscrição em fevereiro, durante as minhas férias. Lembrando que as inscrições para o evento encerraram em 1h.
Vou resumir abaixo as palestras que assisti hoje. Pena que estou sozinho no evento, seria muito interessante ter mais alguém, devido a quantidade de palestras paralelas com assuntos interessantes.

Android Keynote


O Android comendo a maçã (Apple)
Um Keynote inteiro sobre o Android. Foi passado o momento atual do Android, com aproximadamente 400 mil ativações de aparelhos por dia, 200 mil aplicativos na Android Market e presença em 310 aparelhos, em 112 países, por exemplo. Continuando assim, possivelmente será o sistema móvel mais utilizado no mundo em pouco tempo (assim que o Symbian morrer).

  • Apresentação do Android 3.1, com novo gerenciador de tarefas, possibilidade de redimensionar as janelas de aplicativos facilmente, o mesmo sistema operacional e o mesmo framework de desenvolvimento em vários dispositivos, etc.
  • Apresentação da funcionalidade de aluguel de filmes na Android Store (muito interessante) e apresentação do Google Music. Aliás, sobre o Google Music, achei muito legal, pena que está disponível apenas para Estados Unidos. Só acho que não vai demorar muito para as gravadoras bloquearem as músicas ilegais que serão enviadas para o sistema.
  • Falaram sobre o Android Open Accessory, um chip (hardware) e API (software) para possibilitar que dispositivos Android se comuniquem com qualquer outro dispositivo que contenha o hardware. Como, teoricamente, pode se comunicar com qualquer outro dispositivo eletrônico (já tem lâmpada criada pela Lighting Science com o chip que se comunica com Android), isto pode fazer o Google realmente dominar o mundo. Veja os detalhes em http://accessories.android.com
  • Fizeram um "Labirinto Gigante", controlado apenas pelo acelerômetro de um Samsung Galaxy Tab. Olhem o vídeo abaixo para terem uma noção do que é:


    No final, foi anunciado que a Samsung daria um Galaxy Tab 10.1 para cada um dos participantes do evento (já estou com o meu).


    Life of a Google Developer API


    Mostrou basicamente a forma como fazer para desenvolver uma aplicação que se comunica com as APIs do Google.
    Interessante a API Client for Java (http://code.google.com/p/google-api-java-client) e o API Console (https://code.google.com/apis/console).
    Falaram também de como é possível controlar o limite de requisições da API.


    An Introduction to the +1 button


    Todo o público presente, de acordo com as perguntas ao final, esperavam que o Google lançasse o widget Google +1 no evento, o que não aconteceu.
    Na real, minha impressão é que o Google +1 será mais um fracasso do Google na tentativa de se tornar social. Os motivos listo abaixo:

    • Inclusão do botão apenas por JavaScript (o Facebook permite por iframe)
    • A visualização é apenas no resultado das buscas do Google. Se um amigo seu recomendou a página, você só vai achá-la se ela aparecer em uma busca sua
    • O usuário tem de clicar em "+1 botão", ou seja, além de curtir/twittar, vai recomendar? Acho que não.
    • Nem uma integração com o Google Buzz vai ter!

    O problema é que, possivelmente, aquelas pessoas que gostam de SEO (Search Engine Optimization) vão dizer que tem de ter o botão na página porque quanto mais recomendações, melhor colocada no ranking a página será. Nisto, realmente, eles estão certos.


    Scalable Structured Markup


    Explicaram como colocar marcações no sitemap de um website e em uma página web para ajudar na otimização das buscas (SEO).
    Novamente, não tem nenhuma relação com o Open Graph (criado pelo Facebook), ou seja, novas marcações nas páginas e nos feeds.
    Interessante apenas a recomendação para que se use o protocolo PubSubHubBub para informar mais rapidamente o Google sobre as alterações no site.


    Programming Well With Others: Social Skills for Geeks


    Esta foi uma palestra sobre como gerenciar e trabalhar em equipes de tecnologia. Muitíssimo interessante e recomendo que todos assistam assim que os vídeos do Google I/O estejam disponíveis. Abaixo listo algumas "frases soltas" que anotei durante a palestra:

    • Se quiser ser um engenheiro de sucesso, tem de conversar.
    • Você não escreve 10mil linhas de código e depois compila. Você sempre precisa de um feedback durante o seu trabalho, para ver se esta fazendo a coisa certa.
    • Nem sempre as pessoas estão prontas para gerenciar ou são preparadas para gerenciar. Há pessoas que são técnicas e nunca serão gerentes, temos que valorizá-las como técnicas!
    • A pessoa não deve perguntar ao seu chefe: "O que eu tenho de fazer agora?", mas sim: "O que tu acha de eu trabalhar nesta ideia?"
    • Falar com as pessoas que atrapalham perguntando se elas tem consciência que estão atrapalhando a equipe (muitas vezes elas nem fazem ideia disto).
    • Quando entrar em uma empresa, tente entender a cultura dela ao invés de tentar impor a sua. Convença-os das suas ideias com o tempo, após a empresa confiar em você.
    • E uma boa experiência para o time almoçar junto, como uma forma de integração diária.

    ClientLogin #FAIL


    Como todo grande evento, sempre tem uma palestra que tu assiste que não é legal. Falou basicamente dos problemas que uma aplicação cliente tem ao tentar fazer uma autenticação em um site de terceiros.
    Para isto, recomenda-se usar o OAuth 2.


    After Hours


    Fizeram uma "feira de invenções" no salão onde mostraram robôs controlados por Android, carros elétricos para 2 pessoas, carro que voa, carro que anda sozinho, etc. Muito, mas muito legal mesmo!


    Depois teve o show do Jane's Addiction. Confesso que não sou o maior fã deles (conheço uma ou outra música), mas foi um show interessante

    Era isto! Amanhã faço o resumo do segundo dia!

    Postagens mais visitadas deste blog

    Sobre o Terra no FISL 9.0

    Fui ao Fórum Internacional de Software Livre (FISL) entre os dias 17 e 19 deste mês como participante em algumas palestras e como funcionário do Terra para esclarecer algumas dúvidas no Stand que lá foi colocado.
    Percebi que várias pessoas não entendiam o que o Terra estava fazendo lá visto que, na visão deles, o Terra não incentiva o uso do Software Livre nem tenta facilitar a vida dos usuários dos sistemas livres. Fato este percebido nitidamente no Terra TV, que ainda não suporta o sistema Linux.
    Como muitos me perguntaram isto, e como vi alguns sites na Internet criticando, coloco abaixo as considerações sobre estes pontos:
    Mais de 90% da infra-estrutura de back-end do Terra tem SL (software livre) como base.As equipes de tecnologia do Terra já apresentaram "bug-reports" e "patches" consistentes para melhorias dos sistemas Postfix, Wordpress, Squid, VFS, NFS, Kernel do Linux e módulos do Apache. Entretanto, foram feitas anonimamente, não citando o nome da empresa.U…

    Por que apenas 140 caracteres no Twitter?

    Li no Blue Bus um artigo de Julio Hungria que explica por quê as mensagens de texto são limitadas a 160 caracteres e por quê o Twitter usa 140.
    Cultura inútil para que você possa colocar em uma conversa com amigos nerds em uma mesa de bar (sim, porque "os nerds também bebem").

    Você já se perguntou por que as mensagens de SMS tem no máximo 160 caracteres (algumas até menos que isso) e por que o Twitter limita em 140?
    O Los Angeles Times publicou uma matéria sobre o homem que determinou o limite de 160 caracteres e como foi que ele chegou a esse número.
    Se você pensa que houve uma longa e profunda pesquisa envolvendo engenheiros, está errado. O responsável por estabelecer o máximo de 160 caracteres foi o alemãoFriedhelmHillebrand, que em meados dos anos 80 era chairman de um comitê de serviços de dados na Global System for Mobile Communications, um grupo que formava parâmetros para o mercado global de comunicação mobile.
    Hillebrand sentou diante de uma máquina de escrever em sua ca…

    Dez dicas para a festa de confraternização da empresa

    Em época de festas de fim-de-ano, muitas empresas costumam fazer suas confraternizações.
    Assim, seguem 10 dicas de como tratar estas festas de empresas:

    1) Não vá

    2) Resolveu encarar? Lembre-se: você tem todo o direito de enfiar os dois pés na jaca, beber até virar uma bailarina russa e vomitar aos litros. Mas, na frente do seu chefe e do dono da empresa, não pega bem.

    3) Você não vai conquistar a estagiária ensopado de suor, pendurado no lustre e mostrando a bunda.

    4) Com 'mé' de graça, a bebedeira não tem limite. Mas seu fígado tem.

    5) Não tente se vingar do big boss nesse momento de confraternização - dando uma rasteira no sujeito enquanto ele dança enlouquecido na pista, por exemplo. Sempre há testemunhas.

    6) O mesmo vale para quem se aproveita da ausência do cônjuge e resolve mudar de cardápio: isso nunca ficará apenas entre vocês dois, três, quatro...

    7) Não é todo mundo que bebe. E são os sóbrios que contarão para a empresa inteira os micos que você pagou - principalmen…