Pular para o conteúdo principal

Um exemplo de Apego Infantil

Esta semana resolvi trocar de carro. Troquei o meu velho Pálio 2004 branco por um Prisma 2010 preto.
Foram várias as vantagens nesta troca:
  • Um para-brisa rachado por um com para-brisa novo
  • Um tanque de gasolina furado por um tanque Flex
  • Bancos mordidos pelas crianças por bancos cheirando a novo
  • Direção dura por direção hidráulica
  • Motor 1.0 por motor 1.4
  • Trocar um carro usado por um carro zero
Entretanto, tive um problema familiar com esta troca. Meu filho mais novo gostava muito do Pálio. E quando eu digo gostava muito, quero dizer uma relação quase de amor pelo carro.
Tanto que, quando eu levei o Pálio para a concessionária (para, se tudo der certo, nunca mais voltar), ele chorou a tarde inteira pela falta do Pálio. Achei que ele estava sentindo falta de um carro mas não, ele estava sentindo falta do Pálio.
Não adiantou argumentar com ele todas as vantagens. Não adiantou argumentar com ele que mudanças como esta sempre são para melhor. Realmente ele tem um apego muito grande pelo Pálio.
Tanto que ele, sem ninguém falar, colocou na cabeça que ele não estava trocando de carro e, sim, o carro foi para o "Lata Velha" para voltar totalmente reformado.
Quando ele foi comigo na concessionária, ele entrou dentro do carro e começou a chorar, pois viu que não era o mesmo velho Pálio que ele conhecia.
Quando chegou em casa e minha esposa colocou o carro na garagem, ele foi bem quietinho dentro do carro novo e começou a bater nos bancos falando: "Pálio, tu tá aí?", "Pálio, tu tá bem?", "Pálio, tu gostou da nova cor?", e assim por diante.
Isto caracteriza uma típica situação de apego infantil, a qual possui três características básicas (Weiss, 1993):
  1. Busca constante de proximidade com seu objeto de ligação, podendo tolerar afastamentos temporários;
  2. Estabelecimento de maior ou menor segurança, segundo o padrão de confiabilidade e previsibilidade do objeto; e
  3. Reação de protesto pela separação ou perda e a consequente busca de recuperação da figura de apego
Realmente, não sei como lidar com esta situação. Creio que o tempo é capaz de atenuar o problema e ele vai acabar se acostumando com isto.
Mas que ele bater no carro perguntando sobre o Pálio foi hilário, isto foi!

Postagens mais visitadas deste blog

Sobre o Terra no FISL 9.0

Fui ao Fórum Internacional de Software Livre (FISL) entre os dias 17 e 19 deste mês como participante em algumas palestras e como funcionário do Terra para esclarecer algumas dúvidas no Stand que lá foi colocado. Percebi que várias pessoas não entendiam o que o Terra estava fazendo lá visto que, na visão deles, o Terra não incentiva o uso do Software Livre nem tenta facilitar a vida dos usuários dos sistemas livres. Fato este percebido nitidamente no Terra TV , que ainda não suporta o sistema Linux. Como muitos me perguntaram isto, e como vi alguns sites na Internet criticando, coloco abaixo as considerações sobre estes pontos: Mais de 90% da infra-estrutura de back-end do Terra tem SL (software livre) como base. As equipes de tecnologia do Terra já apresentaram "bug-reports" e "patches" consistentes para melhorias dos sistemas Postfix, Wordpress, Squid, VFS, NFS, Kernel do Linux e módulos do Apache. Entretanto, foram feitas anonimamente, não citando o nome da empre

Por que apenas 140 caracteres no Twitter?

Li no Blue Bus um artigo de Julio Hungria que explica por quê as mensagens de texto são limitadas a 160 caracteres e por quê o Twitter usa 140. Cultura inútil para que você possa colocar em uma conversa com amigos nerds em uma mesa de bar (sim, porque " os nerds também bebem "). Você já se perguntou por que as mensagens de SMS tem no máximo 160 caracteres (algumas até menos que isso) e por que o Twitter limita em 140? O Los Angeles Times publicou uma matéria sobre o homem que determinou o limite de 160 caracteres e como foi que ele chegou a esse número. Se você pensa que houve uma longa e profunda pesquisa envolvendo engenheiros, está errado. O responsável por estabelecer o máximo de 160 caracteres foi o alemão Friedhelm Hillebrand , que em meados dos anos 80 era chairman de um comitê de serviços de dados na Global System for Mobile Communications , um grupo que formava parâmetros para o mercado global de comunicação mobile. Hillebrand sentou diante de uma

Como se tornar "Mayor" (Prefeito) no Foursquare

O Foursquare é uma rede social e microblogging que permite ao usuário indicar onde se encontra e procurar por contatos seus que estejam próximo desse local. O aspecto legal vem do fato de ser possível acumular distintivos (badges) relativos aos lugares específicos. Outra coisa legais do Foursquare é a possibilidade de você se tornar "Mayor" (prefeito) de um lugar. Muitas empresas têm criado promoções para os prefeitos de suas lojas (a Starbucks, por exemplo, chega a oferecer descontos para os prefeitos ). Entretanto, sempre tive dúvidas de saber como é a regra para se tornar Mayor de um lugar específico. Tinha uma idéia de como era, mas não tinha a explicação oficial. O Foursquare colocou um post em seu blog explicando como isto é feito ( original aqui ). Basicamente a regra é a seguinte: Para se tornar Mayor de um lugar, você precisa ter feito check-in neste lugar em mais dias do que qualquer outro usuário nos últimos dois meses (60 dias). Apenas um check-in por dia co