sexta-feira, 13 de maio de 2011

Silicon Valley Daily - Twitter Devnest



Não deu para colocar o post antes porque o Blogger estava com problemas (como já devem saber)! :-(
Como falei, ontem foi um dia de muito trabalho e, por questões que também comentei no post anterior, não poderei colocar a parte de trabalho aqui no Blog, mas faz parte!
Entretanto, hoje também participei do Twitter DevNest, um evento na sede do Twitter em San Francisco que foi bastante interessante.

Parede da sede do Twitter

O Twitter teve problemas com os desenvolvedores ano passado, depois da declaração que eles não queriam mais pessoas desenvolvendo simplesmente outro cliente para o Twitter. Isto abalou um pouco a imagem da companhia com os geeks.
Entretanto, mês passado (26 de abril) o Twitter contratou Jason Costa para ser o "Gerente de Relações com os Desenvolvedores". Um dos primeiros atos que ele fez (no dia 27 de abril) foi agendar este evento para 200 desenvolvedores. Como eu estaria em San Francisco e, por sorte, acordei cedo no dia 27, consegui ser um dos 200 primeiros a me inscrever! :-D
O formato do DevNest foi o seguinte: 2 horas, uma palavra rápida de Dick Costolo (CEO do Twitter), outra do Ryan Sarver (membro do Platform Team do Twitter), quatro casos de uso da API (DataMinr, Klout, The Guardian e Quora) e uma sessão de Q&A.
A palestra do Dick Costolo foi um tanto rápida (apesar de eu ter conversado com ele um pouco antes do evento começar), ele basicamente falou que o Twitter  está pensando em como atender os desenvolvedores, parceiros, usuários e, o que me chamou a atenção, os investidores. Tive a impressão que os investidores do Twitter estão começando a cobrar resultados financeiros também, além dos resultados de uso. Acredito (e, de novo, esta é a minha impressão) que este possa ter sido um dos motivos para o Twitter não querer que outros façam os aplicativos clientes. Afinal, se o usuário não vai ao Twitter via os clientes deles ou via website, eles estão simplesmente fornecendo conteúdo sem ganhar nada em troca.
Depois o Ryan falou rapidamente sobre números (600 mil desenvolvedores, 13 bilhões de requisições à API por dia, 900 mil aplicações, etc.).
Sobre os casos de uso, achei legal os da DataMinr, uma empresa que monitora os tweets para verificar mudanças que influenciam o mercado financeiro e o "termômetro" feito pelo The Guardian para verificar como está sendo avaliado o ex-primeiro-ministro Toni Blair. Os demais foram usos relativamente banais da API.
No final, a maioria das questões foram, para mim, coisas que já sabia. Mas tive de fazer uma pergunta: quando o Twitter terá uma ferramenta contendo as estatísticas de compartilhamento de um determinado website para o Tweet Button (algo como o Facebook Insights). A resposta foi que eles estão trabalhando nisto, mas ainda não tem ideia de quando será lançado. Uma pena!

Apenas para colocar algo pessoal, visitei a universidade de Stanford, pela manhã. Basicamente para beber "a água da sabedoria"! Abaixo uma foto da biblioteca de Matemática e Ciência da Computação.

Stanford University

quarta-feira, 11 de maio de 2011

Silicon Valley Daily - Google I/O - Primeiro dia



O post ficou MUITO longo, mas é porque o primeiro dia de evento foi muito bom!
Como coloquei no Twitter, o Google I/O é, de longe, o evento mais interessante do qual já participei. A quantidade de pessoas (aproximadamente 5 mil), os temas abordados, o local do evento e todas as atrações foram muito bem planejadas. Em relação a isto, o Google está anos a frente do Facebook e do Twitter (eventos que fui ano passado).
Digamos que valeu a pena ter ficado 1h tentando fazer a inscrição em fevereiro, durante as minhas férias. Lembrando que as inscrições para o evento encerraram em 1h.
Vou resumir abaixo as palestras que assisti hoje. Pena que estou sozinho no evento, seria muito interessante ter mais alguém, devido a quantidade de palestras paralelas com assuntos interessantes.

Android Keynote


O Android comendo a maçã (Apple)
Um Keynote inteiro sobre o Android. Foi passado o momento atual do Android, com aproximadamente 400 mil ativações de aparelhos por dia, 200 mil aplicativos na Android Market e presença em 310 aparelhos, em 112 países, por exemplo. Continuando assim, possivelmente será o sistema móvel mais utilizado no mundo em pouco tempo (assim que o Symbian morrer).

  • Apresentação do Android 3.1, com novo gerenciador de tarefas, possibilidade de redimensionar as janelas de aplicativos facilmente, o mesmo sistema operacional e o mesmo framework de desenvolvimento em vários dispositivos, etc.
  • Apresentação da funcionalidade de aluguel de filmes na Android Store (muito interessante) e apresentação do Google Music. Aliás, sobre o Google Music, achei muito legal, pena que está disponível apenas para Estados Unidos. Só acho que não vai demorar muito para as gravadoras bloquearem as músicas ilegais que serão enviadas para o sistema.
  • Falaram sobre o Android Open Accessory, um chip (hardware) e API (software) para possibilitar que dispositivos Android se comuniquem com qualquer outro dispositivo que contenha o hardware. Como, teoricamente, pode se comunicar com qualquer outro dispositivo eletrônico (já tem lâmpada criada pela Lighting Science com o chip que se comunica com Android), isto pode fazer o Google realmente dominar o mundo. Veja os detalhes em http://accessories.android.com
  • Fizeram um "Labirinto Gigante", controlado apenas pelo acelerômetro de um Samsung Galaxy Tab. Olhem o vídeo abaixo para terem uma noção do que é:


    No final, foi anunciado que a Samsung daria um Galaxy Tab 10.1 para cada um dos participantes do evento (já estou com o meu).


    Life of a Google Developer API


    Mostrou basicamente a forma como fazer para desenvolver uma aplicação que se comunica com as APIs do Google.
    Interessante a API Client for Java (http://code.google.com/p/google-api-java-client) e o API Console (https://code.google.com/apis/console).
    Falaram também de como é possível controlar o limite de requisições da API.


    An Introduction to the +1 button


    Todo o público presente, de acordo com as perguntas ao final, esperavam que o Google lançasse o widget Google +1 no evento, o que não aconteceu.
    Na real, minha impressão é que o Google +1 será mais um fracasso do Google na tentativa de se tornar social. Os motivos listo abaixo:

    • Inclusão do botão apenas por JavaScript (o Facebook permite por iframe)
    • A visualização é apenas no resultado das buscas do Google. Se um amigo seu recomendou a página, você só vai achá-la se ela aparecer em uma busca sua
    • O usuário tem de clicar em "+1 botão", ou seja, além de curtir/twittar, vai recomendar? Acho que não.
    • Nem uma integração com o Google Buzz vai ter!

    O problema é que, possivelmente, aquelas pessoas que gostam de SEO (Search Engine Optimization) vão dizer que tem de ter o botão na página porque quanto mais recomendações, melhor colocada no ranking a página será. Nisto, realmente, eles estão certos.


    Scalable Structured Markup


    Explicaram como colocar marcações no sitemap de um website e em uma página web para ajudar na otimização das buscas (SEO).
    Novamente, não tem nenhuma relação com o Open Graph (criado pelo Facebook), ou seja, novas marcações nas páginas e nos feeds.
    Interessante apenas a recomendação para que se use o protocolo PubSubHubBub para informar mais rapidamente o Google sobre as alterações no site.


    Programming Well With Others: Social Skills for Geeks


    Esta foi uma palestra sobre como gerenciar e trabalhar em equipes de tecnologia. Muitíssimo interessante e recomendo que todos assistam assim que os vídeos do Google I/O estejam disponíveis. Abaixo listo algumas "frases soltas" que anotei durante a palestra:

    • Se quiser ser um engenheiro de sucesso, tem de conversar.
    • Você não escreve 10mil linhas de código e depois compila. Você sempre precisa de um feedback durante o seu trabalho, para ver se esta fazendo a coisa certa.
    • Nem sempre as pessoas estão prontas para gerenciar ou são preparadas para gerenciar. Há pessoas que são técnicas e nunca serão gerentes, temos que valorizá-las como técnicas!
    • A pessoa não deve perguntar ao seu chefe: "O que eu tenho de fazer agora?", mas sim: "O que tu acha de eu trabalhar nesta ideia?"
    • Falar com as pessoas que atrapalham perguntando se elas tem consciência que estão atrapalhando a equipe (muitas vezes elas nem fazem ideia disto).
    • Quando entrar em uma empresa, tente entender a cultura dela ao invés de tentar impor a sua. Convença-os das suas ideias com o tempo, após a empresa confiar em você.
    • E uma boa experiência para o time almoçar junto, como uma forma de integração diária.

    ClientLogin #FAIL


    Como todo grande evento, sempre tem uma palestra que tu assiste que não é legal. Falou basicamente dos problemas que uma aplicação cliente tem ao tentar fazer uma autenticação em um site de terceiros.
    Para isto, recomenda-se usar o OAuth 2.


    After Hours


    Fizeram uma "feira de invenções" no salão onde mostraram robôs controlados por Android, carros elétricos para 2 pessoas, carro que voa, carro que anda sozinho, etc. Muito, mas muito legal mesmo!


    Depois teve o show do Jane's Addiction. Confesso que não sou o maior fã deles (conheço uma ou outra música), mas foi um show interessante

    Era isto! Amanhã faço o resumo do segundo dia!

    terça-feira, 10 de maio de 2011

    Silicon Valley Daily - Dia de Compras



    Hoje foi um dia para fazer compras.
    No Gilroy Premium Outlet comprei calças (Levi's) e tênis (Nike). Na Best Buy comprei duas máquinas fotográficas (uma para mim, outra de aniversário para a Tassi) e as encomendas eletrônicas.
    Depois fui visitar o Walt Disney Family Museum. Um museu inaugurado em outubro/2009 que conta a história de Walt Disney, que vale a visita por vários motivos:

    • Objetos da coleção pessoal da família Disney
    • História de como foi criado o Walt Disney Studios
    • A história por trás da visita de Walt Disney à América do Sul
    • Como os estúdios Disney ajudaram os Estados Unidos a disseminar a sua visão da II Guerra Mundial

    O museu fica localizado na região do Presidio que, por sua vez, fica dentro do Golden Gate Park. Nas duas vezes que vim aqui anteriormente não tinha dado a devida importância ao passeio na região. Tinha caminhado pelas imediações em direção à Golden Gate na primeira vez, passado ao lado de carro na segunda, mas nunca tinha entrado no parque em si.
    Toda a região do Presidio está sendo reformada, com várias atrações sendo construídas por ali. Também tem um caminho que dá "outra visão" da ponte Golden Gate. Ao invés de ver do lado de Sausalito, a vista é do lado de San Francisco. Não tem toda a estrutura que tem os mirante de Sausalito, mas vale o passeio pela estrada arborizada.


    Por fim, terminei o passeio dirigindo pela Lombard Street (que, novamente, não consegui vê-la florida) e indo à Coit Tower, que fica no alto do Telegraph Hill e dá uma bela vista da cidade e da baía.

    domingo, 8 de maio de 2011

    Silicon Valley Daily - Viagem



    E lá vim de novo para o Vale do Silício! Desta vez ficarei uma semana para participar do Google I/O 2011, do Twitter Devnest e fazer reuniões com empresas daqui. Não terei muito tempo para fazer turismo desta vez, mas vou ver se consigo pegar a Lombard Street florida! :-D
    Para começar, apenas detalhes da viagem (um pouco cansativa) e algumas coisas que vi em um passeio rápido pelo centro de San Francisco.
    Dos voos, apenas achei um pouco estranha a ocupação dos aviões. O voo da Gol de POA para GRU foi com metade da lotação. O de GRU para Dallas (DFW) foi lotado (da outra vez que tinha vindo estava vazio) e o voo de DFW para San Francisco (SFO) não tinha 1/3 da ocupação. Não sei se foi porque era véspera de dia das mães ou porque o pessoal ficou com medo de viajar depois da morte do Bin Laden! :-D
    Em San Francisco mudaram poucas coisas. O que me chamou a atenção foi os recibos de taxi (que agora são gerados automaticamente pelo taxímetro) e a reabertura da loja da Disney (que foi fechada em 2008). O legal é a localização da loja da Disney: ao lado da Apple Store e em frente à loja da Ferrari!
    E também consegui acompanhar o GREnal que, pelo visto, foi uma vitória justa!
    Como estou sem máquina fotográfica (apenas com o celular), não vou colocar fotos por enquanto. Amanhã espero corrigir este problema.
    Para amanhã planejo ir ao Google I/O Bootcamp e fazer as compras solicitadas pela família. Vamos ver se consigo fazer tudo.