sexta-feira, 23 de outubro de 2009

10 anos no Terra



Dia 25 de outubro completo 10 anos trabalhando para o Terra.
Digamos que isto é um fato um tanto incomum para qualquer profissional. É difícil ficar tanto tempo em uma mesma empresa nos dias de hoje e, para mim, creio que isto é fruto de um bom trabalho que fiz durante todo este tempo.
Além disso, entrei na empresa ainda quando ela se chamava ZAZ (NutecNet) e cabia toda no subsolo do prédio da Net, em Porto Alegre (hoje ocupando um prédio inteiro em Porto Alegre, além de 2 andares no CENU, em São Paulo).

Comecei na empresa trabalhando em um novo sistema de contabilização de estatísticas de acesso ao portal. Até aquele tempo, eram poucos os sites que conseguiam determinar a quantidade de usuários que acessavam o site de uma forma eficaz (a grande maioria dos programas contabilizava isto por endereço IP, o que hoje é uma coisa impensável. O sistema que ajudei a desenvolver rendeu, além de bons relatórios, o meu trabalho de conclusão da graduação (o qual pode ser acessado aqui). Primeiramente era uma simples contabilização de logs (utilizando C e banco MS-SQL Server e, hoje, já é feito por FastCGI e base Oracle.
Depois de uns 2 anos trabalhando nisto, o próximo desafio foi substituir a Central do Assinante e a Central de E-Mail. Reformulamos toda a versão anterior delas (que eram baseadas em Scripts Perl) por uma Central Unificada desenvolvida através de CGIs escritos em C. Na época, foi um ótimo trabalho.
Depois da central, comecei a trabalhar na plataforma de fechamento de conteúdos. Isto me possibilitou conhecer como funciona o desenvolvimento de módulos para o Apache. Além disso, posso dizer que é muito "divertido" fazer os testes desta plataforma (caso deseje testar, acesse aqui ou aqui).
Após, ajudei no desenvolvimento de dois serviços do portal, o Fotolog (ainda hoje utilizado, principalmente na Argentina) e o Gaia, que depois teve o nome alterado para Espaço Terra.
Ainda ajudei também na parte de análise da plataforma de autenticação do Terra, o que hoje torna possível ter uma única instalação de um serviço, mesmo tendo sistemas de registros de usuários em diferentes localizações, perfeito para uma empresa que busca uma presença em toda a América Latina.
Fiz parte também da equipe que ajudou a desenvolver uma plataforma de entrega de conteúdo, na época para poder suportar os acessos da Copa 2006. Graças a isto, a transmissão foi um sucesso. Uma evolução nesta plataforma também ajudou a suportar os acessos da ótima cobertura da Olimpíada 2008, considerada por muitos um marco nas transmissões de internet do país.
Para esta última, também ajudei no time que desenvolveu o produto Fanzone, uma forma dos usuários enviarem mensagens de apoio para os atletas olímpicos.
Logo após, desenvolvi a nova API de Single Sign On do Terra, o que possibilita que serviços parceiros possam utilizar a base do Terra para autenticação dos usuários. Útil para os nossos serviços pagos ou aplicações que não tem acesso direto à plataforma de autenticação.
O último que posso comentar (pois paraos projetos atuais não posso comentar) foi o projeto T-Box que, além de muito trabalho, permitiu que eu pudesse ter a experiência de trabalhar (e muito) 3 semanas em contato direto com o fornecedor em San Francisco/CA, possibilitando conhecer como é a cultura de desenvolvimento de uma empresa americana, além de poder fazer o "Diário de San Francisco".
Trabalhei também em vários outros projetos, seja corrigindo bugs, validando versões, testando tecnologias, etc. Alguns importantes, outros nem tanto, mas sempre tentando fazer um bom trabalho.

Por isto tudo, gostaria de aproveitar esta data especial para mim para agradecer a todos os meus colegas. Sejam os que trabalharam comigo e foram tentar novos desafios, como os que ainda continuam trabalhando por aqui. Agradeço tanto os colegas de equipe como todos os demais colegas funcionários que, antes mesmo de colegas acabam tornando-se amigos.
Muitos me perguntam por que ficar tanto tempo na mesma empresa. Confesso que já pensei muitas vezes em sair mas, sem dúvida, sinto muito orgulho de trabalhar aqui. Tenho certeza que ajudei um pouco a construir esta empresa e, enquanto tiver desafios, sejam tecnológicos ou mesmo pessoais, tentarei fazer o máximo para fazê-la crescer cada vez mais.
Postar um comentário