sexta-feira, 20 de fevereiro de 2009

Sobre condução de um projeto



Dando uma pausa no Diário de San Francisco para fazer um post sobre trabalho.

Em quase todas as empresas que trabalhamos temos que, em algum momento, realizar um trabalho com uma empresa terceira.
Seja por falta de recursos na nossa empresa, seja por um conhecimento maior que uma empresa terceira tenha para a realização de um projeto.
Durante o relacionamento com esta empresa, temos várias coisas que podem atrapalhar o projeto. Podemos ter coisas como, por exemplo:
  • Conflito de interesses
  • Problemas contratuais
  • Maneiras de pensar o projeto
Existem vários fatores que podem ajudar a corrigir estes problemas, os quais tem uma causa comum: a má comunicação. Isto não quer dizer "falta de comunicação" e, sim, comunicação feita de forma errada.
Sem termos claro os objetivos e o escopo do projeto, estes problemas sempre ocorrerão. Para amenizar, necessitamos de alguém que possa fazer o contato direto com a empresa terceir. Esta pessoa tem de estar totalmente incluída no projeto e ter autonomia para tomar as decisões pertinentes, levando em consideração os interesses da nossa empresa.
Uma coisa que eu estava cético anteriormente, mas que começo a mudar de idéia, é sobre termos alguém da nossa empresa dentro da empresa contratada. Isto traz uma vantagem enorme sobre o tempo de andamento do projeto, pois as pequenas dúvidas podem ser sanadas diretamente, sem necessidade de reuniões, ligações e agendamentos.
Coisas podem ser corrigidas já na origem, bastando uma conversa.
Creio que isto pode fazer uma diferença grande nos projetos futuros.
Postar um comentário