sábado, 7 de fevereiro de 2009

Diário de San Francisco (III) - Sobre o Trânsito e Gorjetas



Para um brasileiro que nunca tinha ido aos Estados Unidos, existem várias coisas que me impressionaram na cidade.
Primeiramente a organização do trânsito. Os veículos realmente respeitam os pedestres na faixa de segurança, apesar de também os pedestres SÓ atravessam nas faixas de segurança. Na hora de dobrar à esquerda em uma rua de mão dupla, o carro que deseja dobrar fica esperando a sua vez e, após o fluxo de veículos contrário parar (ou o sinal fechar), ele dobra sem problemas. E o legal: NINGUÉM BUZINA! Ainda não ouvi buzinas no trânsito (meus ouvidos agradecem).
Gorjetas: para qualquer coisa que tu faça que dependa de alguém, você deve pagar a gorjeta. Isto é cultural e funciona. Aliás, se tu não fizer isto pode ter certeza que você não será bem atendido por ele depois. O legal foi o meu diálogo com o garçom do pub ontem à noite:
T - Quanto é?
G - 8 dólares
Pego uma nota de 10 e passo para ele
G - Obrigado.

Ou seja, sem stress algum o cara te cobra a gorjeta. Aliás, se tu for pagar com cartão é ainda mais divertido. Os caras te trazem a conta, tu entrega o cartão para o atendente e ele te traz o comprovante para assinares, juntamente com um espaço para colocar o valor da gorjeta (ele já passou o teu cartão e já pegou o comprovante). Tu coloca o valor da gorjeta no comprovante que tu assinou e devolve para o garçom o comprovante (não o cartão). Magicamente, sem passar o cartão novamente, o valor da refeição mais a gorjeta foi debitado do teu cartão. Ainda vou aprender como isto funciona.
À noite, fui para o AP com o belga e o argentino para que eles pudessem lavar a roupa. Lavanderia automática, com um cartão pré-pago. Sistema bem interessante mas demoramos um pouco no AP e saímos para jantar depois das 21h. Antes disto, ainda achei a Cris acordada (ela estava vendo o Planeta Atlântida) no GTalk.
A janta foi a melhor refeição que comi por aqui até agora, no 21st San Francisco Amendment. Um hamburger muito bom.
Depois, voltei para o hotel para colocar o Lost em dia antes de quarta-feira.
Postar um comentário