quarta-feira, 24 de dezembro de 2008

O Espírito do Natal



Resolvi pensar um pouco sobre o que seria o Espírito do Natal, disto saíram vários pensamentos malucos, os quais reproduzo aqui.
O Espírito do Natal é:
  • Desejar Feliz Natal para todo mundo, mesmo sendo o judeu daquela loja de R$1,99 onde tu comprou uns presentes baratos.
  • Dar presentes de R$ 1,99 para um monte de gente.
  • Enfrentar filas longas, caixas estressados, vendedores mais ainda, apenas para ver o filho feliz com um presente enviado pelo Papai Noel.
  • Achar que aquele velho fantasiado de Papai Noel no Shopping é uma boa pessoa o resto do ano.
  • Brigar com alguém que tu não conhece pelo último patinete da loja.
  • Procurar incansavelmente por um Taxi que não existe nem naquele ponto onde ficam 50 taxis parados durante o resto do ano
  • Enfeitar uma árvore com bolas coloridas e algodão para fingir que é neve, mesmo nunca tendo visto neve na vida
  • Carregar sacolas enormes pela rua, morrendo de medo de ser assaltado
  • Ir para o interior visitar a família, sendo esta a mesma idéia de mais de 50% da população da cidade, enfrentando estrada lotada ou filas intermináveis na rodoviária
  • Receber vários e-mails (ou scrap's) com gifs animados e mensagens bonitinhas
  • Ficar 4 horas esperando um peru assar, além de fazer várias piadas sobre a pobre ave que está morta ali no forno
  • Encarar tio/primo/irmao/pai bêbado fazendo um discurso de Natal
  • Separar o outro tio/primo/irmão/pai que brigou o coitado que fez o discurso de Natal
  • Comer arroz com passas, mesmo odiando passas
  • Odiar o presente que ganhou, mas dizer aquela frase: "bah, era exatamente disto que eu estava precisando"
Mas, apesar disto tudo, lembrar que há mais de 2 mil anos um pequeno bebê nasceu e que, 33 anos depois, morreria para salvar os pecados da humanidade.
Um Feliz Natal a todos!
Postar um comentário