sexta-feira, 30 de novembro de 2007

Dez dicas para a festa de confraternização da empresa



Em época de festas de fim-de-ano, muitas empresas costumam fazer suas confraternizações.
Assim, seguem 10 dicas de como tratar estas festas de empresas:

1) Não vá

2) Resolveu encarar? Lembre-se: você tem todo o direito de enfiar os dois pés na jaca, beber até virar uma bailarina russa e vomitar aos litros. Mas, na frente do seu chefe e do dono da empresa, não pega bem.

3) Você não vai conquistar a estagiária ensopado de suor, pendurado no lustre e mostrando a bunda.

4) Com 'mé' de graça, a bebedeira não tem limite. Mas seu fígado tem.

5) Não tente se vingar do big boss nesse momento de confraternização - dando uma rasteira no sujeito enquanto ele dança enlouquecido na pista, por exemplo. Sempre há testemunhas.

6) O mesmo vale para quem se aproveita da ausência do cônjuge e resolve mudar de cardápio: isso nunca ficará apenas entre vocês dois, três, quatro...

7) Não é todo mundo que bebe. E são os sóbrios que contarão para a empresa inteira os micos que você pagou - principalmente aqueles dos quais você não se lembra mais e, por isso, não pode contestá-los.

8) Não encha a cara só para ter coragem de encarar a pista. Seus neurônios mergulhados em álcool e embalados pelo 'tutsi-tutsi' não te transformarão num Fred Astaire, mas no próprio Exu Caveira.

9) Não se iluda: você não vai ganhar uma promoção oferecendo seu ombro para o chefe vomitar em cima.

10) Se você quer enfiar os dois pés na jaca, aguente as consequências porque seus amigos querem se divertir ,e não passar a noite ao lado da ambulância..(colaboração da De Cassia)


11) Se você não perde uma festa da firma, se prepara o ano inteiro para ir - compra roupa nova, ensaia passinhos - e não entende quem foge do evento como o Renan do Senado, é bom reavaliar o seu conceito de lazer. Ou procurar tratamento.

5 comentários:

Gisele disse...

A-D-O-R-O festas de fim de ano na empresa...

Na empresa que trabalhava antigamente, foi maravilhosa e muito chique...
Mas foi chique até de mais, pq eles serviram uns canapézinhos minúsculos e com uns negócios esquisito e fedidos em cima...

Acabei ficando a noite inteira tomando coca-cola e comento castanha de caju que estava nos potes de enfeite das mesas...

Rudá disse...

Esse post é campeão, hilário e útil.

Rita disse...

o item 10 resume tudo muito bem!!!

Kessiane Franco disse...

Como assim "não vá" (item 1), uma boquinha dessas não se pode perder. Festa da firma na medida sempre rende boas historias pra contar depois, são ótemas.

Tati disse...

E seeeeempre tem gente que faz tudo isso que não se deve. Se tem 364 dias para enfiar o pé na jaca, mas os sujeitos preferem fazer isso justo na festa corporativa.